Você está em:
ZanzandoTreinamento funcional

Treinamento funcional

04 de abril de 2019 • 12:30
por Zan Viana

Diariamente, na academia, eu realizo um treino que mistura aparelhos de musculação para fortalecimento dos músculos e ossos e também treino funcional. Tenho a sorte de ter um instrutor, o Daniel Ferreira, que é ex-jogador de futebol e faz uma série voltada para uma atividade que pratico com frequência, a corrida. Desta série, tem muito exercícios funcionais. Por conta dos benefícios da prática, pedi ao Daniel que elaborasse um texto para compartilhar com os leitores da coluna. Seguem as informações sobre a atividade.

 Como próprio nome diz “treinamento funcional” é como são chamados os exercícios que treinam o corpo para realizar funções que ele foi destinado a fazer como andar, correr, subir, descer e outras tarefas do dia a dia.  Em alguns movimentos o esforço fica por conta do peso do próprio corpo, que serve de resistência aos exercícios, podendo também ser utilizado alguns acessórios como a bola suíça, as faixas elásticas e o mini trampolim. O treinamento funcional agrega o trabalho de diferentes habilidades em um único exercício. Por exemplo: é possível trabalhar a força, o equilíbrio e a flexibilidade de uma vez só, mas a queima de gordura e fortalecimento muscular são o que mais conquistam os praticantes. Para iniciar não é necessário já ser adepto de atividades físicas, qualquer um pode praticar, desde que não tenha nenhuma restrição médica. 

Benefícios do treinamento funcional

Para quem não faz nenhuma outra atividade física também pode praticá-lo, porém, recomenda-se iniciar com exercícios mais simples. Dentre os principais benefícios podemos destacar a melhora na postura, mais equilíbrio, agilidade, flexibilidade, força muscular, coordenação motora, alívio das dores nas costas, melhora do sistema cardiorrespiratório. Os exercícios tonificam os músculos e exigem um grande gasto calórico, o que, consequentemente contribui para um emagrecimento saudável.

Treino funcional em casa

O aluno que pretende fazer o treino funcional em casa pode contar com vídeo aulas que orientam em relação aos exercícios montando uma série de movimentos ou com a ajuda de um educador físico particular. Vale ressaltar que, se não houver a supervisão de um profissional, o cuidado e a atenção com a realização dos movimentos devem ser maiores para evitar lesões, Por ser a maioria dos exercícios feitos sem acessórios, o treino em casa não é muito prejudicado em relação ao feito nas academias. Existem vários exercícios que podem ser feitos só com o peso do corpo e outros que podem ser adaptados com o que se tem em casa, como escada para estepes, cadeiras para agachamentos ou usando as paredes para  apoios, por exemplo. Também podem ser feitos polichinelos, corrida e diferentes tipos de abdominais. 

Treinamento funcional e a terceira idade

O passar dos anos é inevitável, mas envelhecer com saúde é uma opção que deve ser buscada sempre. Alguns problemas de saúde começam a surgir nesta etapa da vida, e muitos deles em virtude do sedentarismo. O corpo humano não foi feito para ficar parado e mesmo nesta fase da melhor idade é importante reforçar a saúde com a prática de atividades físicas. O treinamento funcional pode contribuir muito e de forma bastante favorável para uma melhor qualidade de vida. Os exercícios simulam situações vividas diariamente e que representam as grandes dificuldades enfrentadas pelos idosos. É comum neste período da vida haver uma perda óssea e de massa muscular. E o treinamento funcional pode ajudar a fortalecer o CORE (Centro de Gravidade do Corpo) onde se encontram os músculos abdominais, lombares, glúteos e os oblíquos.

Seja o primeiro a comentar

A moda sai de moda, o estilo jamais.

Coco Chanel