Você está em:
ModaEmpresários desenvolvem rede social exclusiva para modelos

Empresários desenvolvem rede social exclusiva para modelos

11 de August de 2017 • 10:43
por Yuri Ribeiro

Gisele Bündchen, Alessandra Ambrósio e Carol Trentini foram reveladas graças a um scouter. Os chamados olheiros da moda trabalham paralelamente às agências, tentando encontrar um perfil perfeito para desfiles ou eventos. O trabalho não é simples. Eles vão às ruas, shoppings, colégios e até outras cidades, a fim de descobrir e lançar uma nova top model para o mundo fashion. No entanto, atualmente, o mercado da moda lida com alternativas diferentes. É o caso, por exemplo, do aplicativo americano Swipecast, que viabiliza a negociação de um modelo sem passar por agências, e também o brasileiro Job For Model, site que, ao contrário, disponibiliza trabalhos para candidatos, funcionando como uma agência virtual.

A novidade da vez é a rede profissional de moda It Model, que reúne num mesmo lugar modelos, agências e contratantes, entre eles fotógrafos, maquiadores, cabelereiros, produtores e bookers. A proposta é fazer o intermédio do contato entre esses profissionais e agências, como uma ferramenta de scouter online, e divulgar oportunidades de trabalho para modelos sem nenhum custo. A ideia da startup surgiu após a identificação de um gap no mercado pelo empresário Fábio Galvão. “A plataforma é uma espécie de Linkedin da moda, onde os contratantes conseguem pesquisar por filtros e encontrar as melhores opções de profissionais para o seu negócio. Além disso, o sistema de convocação de castings facilita e agiliza a vida, tanto das empresas, como dos modelos”, explica Galvão, CEO do It Model.

Empresas podem optar por criar seus próprios castings e solicitar orçamentos para agências cadastradas ou contratar modelos diretamente na plataforma. Já as agências conseguem buscar um perfil ideal para um comercial, um desfile ou um evento, que estão entre os oitos segmentos disponíveis na plataforma. “Muitas meninas e meninos que não sabem ou não têm acesso às formas de entrar no mercado e sonham em ser modelo se cadastram no It Model e acabam sendo encontrados. Isso acabou democratizando o acesso a novos profissionais”, conta Galvão.

Atualmente, a rede conta com mais de 50 mil perfis, entre profissionais e iniciantes. Por meio do site ou aplicativo de celular, com versões para Iphone e Android, o It Model, além de reunir grande número de modelos, permite que os contratantes tenham a informações como medidas, fotos, um resumo dos principais trabalhos e link para o Instagram, o que resulta em um composite completo. A negociação é toda feita de forma virtual, facilitando o trabalho do scouter e das empresas na hora da contratação.

Seja o primeiro a comentar

A moda sai de moda, o estilo jamais.

Coco Chanel